Circunferência de cintura: protocolos de mensuração e sua aplicabilidade prática

10 de novembro de 2016

DOI: 10.17648/nutrivisa-vol-3-num-2-h

Autores:
Leonardo Furtado de Oliveira
Paula Alves Salmito Rodrigues

Resumo:
Circunferências de cintura e abdômen chamam atenção, pois muitas vezes são confundidas, não havendo um consenso sobre pontos de medida e sobre como diferenciar circunferência de cintura e circunferência abdominal. Nosso objetivo foi compilar estudos que utilizaram essas medidas, comparando metodologias, objetivos e ocasiões nas quais elas foram usadas. Para isso, foram consultados livros brasileiros, bem como artigos das bases SciELO e PubMed, com os descritores: “circunferência de cintura”, “circunferência de abdômen”, “equações preditivas”, “relação cintura-quadril”, “waist circumference”, “waist circumference diseases” e “risk obesity”. Encontramos 34 referências, que não foram limitadas por período de publicação, abrangendo publicações pioneiras no assunto. Os resultados mostram três pontos para “circunferência de cintura” mais presentes na literatura, cujas medidas são significativamente diferentes em mulheres. A circunferência de cintura é usada para predição de risco cardiovascular como componente em equações de predição de densidade corporal, estatura, peso e índice de conicidade; e em relação com outras medidas, como quadril e estatura. Concluímos que existe uma padronização na forma como a circunferência de cintura é determinada, dependendo do objetivo a que ela vai servir, podendo ser medida no ponto médio entre as costelas e crista ilíaca, na região de menor perímetro do tronco, ou na região de maior perímetro do tronco.
Palavras-chave: antropometria, circunferência, cintura, protocolos.

Waist circumference: measurement protocols and their practical applicability

Abstract:
Circumference of waist and abdomen draw attention, since that they are often mistaken, taking note that there isn’t consensus of measuresand how to differ “waist circumference” and the “abdomen circumference”. Our objective was to compile study literature that use this measure, comparing methodology, objectives and ocasions in wich they were used. For this, brazilian books were consulted, as well as articles from SciELO and PubMed, with the search keys: “circunferência de cintura”, “circunferência de abdômen”, “equações preditivas”, “relação cintura quadril”, “waist circumference”, “waist circumference diseases”, “risk obesity”. 34 references were found, which were not limited by publication period, including pioneering publications on the subject. The results show three points to “waist circumference” that show at a higher rate in literature in which the measures appear significantly different in women. It is used to predict the risk of cardiovascular diseases; as well as components in equations of body density prediction, height, weight, and the taper index; and about other measures, such as hip and height. Therefore we can conclude that there is a standardization in the way that the waist circumference is determined, depending on the purpose to which it will serve, being able to be measured at the medium spot between the ribs and the iliac crest, at the region of the abdomen with the smaller perimeter, or at the highest perimeter region of the abdomen.
Keywords: anthropometry, circumference, waist, protocols.

Clique aqui para baixar este artigo na íntegra em PDF.

Download the PDF file .